Forças de Defesa e Segurança destacados como Figuras do Ano

Previous Next

O ano 2021, esta prestes a chegar ao fim, os órgãos de Comunicação Social e algumas Organizações Não – Governamentais, elegem as figuras que mais se destacaram durante os 365 dias.

 

Para o Jornal Zambeze e a Fundação MASC, a escolha das figuras do ano 2021, recaiu para às Forças de Defesa e Segurança pelo trabalho que esta sendo realizado no combate ao terrorismo, na província de Cabo Delgado, zona norte do país.

A glória e valentia denotadas no campo de batalha pelos militares das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, em conjunto com as tropas do Ruanda e da SADC, no combate ao terrorismo, levaram o Jornal Zambeze, através da sua edição 985, de 23 de Dezembro, a eleger   às Forças de Defesa e Segurança como Figuras do ano.

“Foi um ano difícil, mas com alguns resultados palpáveis e encorajadores. Aos poucos, o inimigo em comum esta sendo empurrado para a sua insignificância e vai adoptando estratégia de “bate e foge”. Pelo esforço empreendido, muitas vidas perdidas, sonhos perdidos vai o osso reconhecimento as FDS pelo trabalho duro e abnegado, muitas vezes em situações deploráveis, mas sempre na linha da frente na defesa do bem comum que se chama Moçambique” Escreveu o Zambeze, justificando, assim, a sua escolha.

Tal como o jornal Zambeze, a Fundação MASC, uma das organizações nacionais da sociedade civil, mais bem-conceituadas, empenhada em promover a boa governação e o processo de desenvolvimento em Moçambique, reconhece, como figuras do ano 2021, militares moçambicanos que tombaram em combate nos conflitos do Norte e Centro do País.

A Fundação MASC reconhece, como figuras do ano 2021, militares moçambicanos que tombaram em combate nos conflitos do Norte e Centro do País. Esses homens e mulheres que entregaram as suas vidas pela pátria merecem o nosso total respeito. Uma saudação especial aos que, longe do conforto das suas famílias e amigos, faça sol, faca chuva, de dia e de noite, e no meio de carências, estão de armas em punho, matas adentro, a combaterem o extremismo violento no Norte de Moçambique, apesar do desafio para melhor respeito pelos direitos humanos”. Escreveu a ONG na sua pagina online.

O jornal Zambeze e a Fundação MASC não foram as únicas organizações que destacaram às Forças de Defesa e Segurança pelo seu empenho na defesa da pátria. O Jornal Domingo também enalteceu os militares com “Menção Honrosa”, pelos feitos da tropa moçambicana na zona centro do país, onde conseguiu travar os ataques da autoproclamada Junta Militar da Renamo e restabelecer a circulação de pessoas e bens ao longo das estradas nacionais

“Ao longo do ano prestes a findar, foi notório o trabalho brioso das FDS nas províncias de Sofala e Manica, com vista a travar os ataques armados protagonizados pela autoproclamada Junta Militar da Renamo e permitir a circulação de pessoas e bens ao longo das estradas nacionais, importantes vectores

do desenvolvimento. Por toda a entrega e coragem, o jornal domingo endereça a sua nota de reconhecimento”.

 


Imprimir   Email